24h após o primeiro vacinado, Aracati inicia vacinação contra Covid-19

0

A expectativa era grande, mesmo com o atraso na entrega do primeiro lote de vacina CoronaVac (era previsto a chegada por volta das 16h, mas só chegou por volta das 23h desta segunda-feira, 18). E em menos de 40 minutos depois, a servidora da área de saúde, Filomena Maria de Freitas Silva, 52 anos, já recebia a primeira dose da vacina. Enfermeira, atuante na Central de Coletas de Swab e Teste rápido, Filomena trabalha há 28 anos na área da saúde do município de Aracati.

“Neste momento eu só tenho gratidão a deus pelo dom da ciência que hoje está concretizando o sonho de muitos”, disse Filomena.

Foram encaminhadas ao município 600 doses da vacina, que inicialmente será aplicada apenas aos profissionais da saúde. Após o recebimento das novas doses e terminaremos os profissionais da saúde, o município pretende imunizar os idosos acima de 75 anos, tanto sede como no interior.

O segundo servidor a receber a vacinação se chama Francisco Herlon de Ávila, 49. Ele é Técnico de Enfermagem e coube a vice-prefeita Denise Menezes aplicar a dose.

“Foi incrível e emocionante participar da primeira vacinação contra COVID19 em Aracati. Em 24h após o primeiro vacinado no Brasil, temos essa vacina na nossa cidade é uma bênção”, destacou o secretário Guilherme.

Folha Banner

Por estar em isolamento social vitima de Covid-19, o prefeito Bismarck Maia não pode comparecer ao aeroporto de Aracati para receber o lote de vacinas e foi representado pelo filho e deputado federal Eduardo Bismarck, além do secretário da Casa Civil, Guilherme Bismarck, da vice-prefeita Denise Menezes e da secretária de Saúde de Aracati.

Em casa – A secretária de saúde lembrou que não será necessária corrida ao hospital para tomar a vacina, pois a aplicação da vacina em idosos será feita em domicílio. A secretaria de saúde conta com 22 equipes da atenção primária e

todos os profissionais da área de saúde estarão envolvidos na campanha.

O Ceará iniciou a vacinação contra Covid-19 poucos minutos depois da chegada das primeiras 218 mil doses da Coronavac em Fortaleza. Com essa primeira remessa de imunizantes, o Ceará vai vacinar 109 mil pessoas, já que cada uma precisa de duas doses para garantir uma melhor defesa do corpo contra o vírus.

Numa logística desenvolvida pelo Governo do Ceará que envolve aviões, helicópteros e caminhões, foram traçadas seis rotas de distribuição aérea e duas terrestres contemplando a Capital e as Áreas Descentralizadas de Saúde (ADS) que compreendem os municípios de Maracanaú, Caucaia, Baturité, Itapipoca, Sobral, Tianguá, Camocim, Acaraú, Crateús, Juazeiro do Norte, Crato, Iguatu, Brejo Santo, Icó, Tauá, Quixadá, Canindé, Aracati, Russas e Limoeiro do Norte.

A vacina CoronaVac foi desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica Sinovac Life Science, do grupo Sinovac Biotec. Em Aracati, até o momento, foram diagnosticados 2.639 casos de Covid-19 e 59 pessoas perderam a vida.