Brasil tem média móvel de casos de Covid abaixo de 20 mil pela 1ª vez desde maio; curva de mortes também aponta queda

País tem 151.779 óbitos registrados e 5.141.498 diagnósticos de Covid-19, segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa. Baixos registros em semana de feriado podem criar sensação enganosa

0

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quarta-feira (14).

O país registrou 716 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 151.779 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 496, uma variação de -29% em relação aos dados registrados em 14 dias. Essa é a média mais baixa registrada desde o dia 7 de maio.

É o 3º dia seguido com a curva de mortes apontando queda, após 28 dias em estabilidade.

Folha Banner

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 5.141.498 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 26.675 desses confirmados no último dia. A média móvel de novos casos foi de 19.877 por dia, uma variação de -26% em relação aos casos registrados em 14 dias. Ou seja, também encontra-se na faixa que aponta queda.

É a primeira vez que a média móvel de novos casos de coronavírus fica abaixo de 20 mil desde o dia 29 de maio.

Vale ressaltar que, no mês passado, o período de uma semana de queda visto nas mortes pela doença coincidiu com a semana do feriado de 7 de Setembro. Depois desse período, a curva voltou a apontar estabilidade por quase um mês. Assim como nos finais de semana, em feriados prolongados é comum se ver queda nos registros devido às menores equipes de plantão. Por isso, a sensação de baixa nas mortes pode ser enganosa, após o feriado desta semana.

Apenas um estado apresenta indicativo de alta de mortes: Piauí.

Outros 19 estados têm curvas que apontam queda. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

G1.com