Presidente da Câmara de Aracati defende ambiente virtual nas próximas eleições e diz que abre mão de recursos públicos partidário

0

Em uma postagem na sua rede social, o presidente da Câmara Municipal de Aracati, vereador Marcelo Porto, disse ser contrário ao financiamento público de campanha nas eleições de 2020, sobretudo em um período no qual o mundo vem sendo assolado pela pandemia da Covid-19.

O posicionamento do presidente da Câmara sobre o assunto veio acompanhado de um print de uma reportagem do G1.com, informando que o TSE divulgou a repartição dos R$ 2 bilhões do fundo eleitoral.

“Estou filiado ao PTB, que nessa divisão ficou com pouco mais de 35 milhões. Contudo, desde já, ainda como pré-candidato, quero dizer que abro mão de qualquer quantia proveniente desses recursos e que não acho correto o financiamento público para campanhas políticas”, escreveu.

Folha Banner

Para Marcelo Porto, o novo mundo que se anuncia, após a pandemia, requer adaptações, e o pleito eleitoral que de 2020 não está fora dessa máxima.

Em sua visão, as novas ferramentas à disposição das pessoas, sobretudo aquelas que proporcionam um ambiente virtual, tem ganhado cada vez mais espaço e a campanha eleitoral (no aspecto diálogo com o eleitor) pode e deve ser estabelecida sob essas novas diretrizes.

Sobre a decisão de abrir mão de qualquer quantia dos recursos partidários que o PTB terá direito, o presidente alerta que é preciso rever com urgência as prioridades para se começar a desenhar a retomada das vidas rumo a dias melhores. “Penso que é o mínimo que posso fazer para demonstrar que não concordo com isso”, finalizou.