Bonner denuncia uso indevido do CPF do filho para solicitação de auxílio emergencial

0

O apresentador William Bonner usou as redes sociais na manhã desta quinta-feira (21) para fazer denúncia sobre fraude no CPF do filho. Segundo o editor do Jornal Nacional, dados do rapaz teriam sido usados para fazer uma solicitação indevida do Auxílio Emergencial, ajuda do governo concedida a trabalhadores brasileiros prejudicados com a pandemia de coronavírus.

Nas postagens, feitas em perfil no Twitter, Bonner explicou que denúncias anteriores já foram encaminhadas à polícia sobre a utilização do nome do filho. “Estelionatários têm usado há 3 anos o nome e do CPF de meu filho para fraudes, como a abertura de empresas ou a contratação de serviços de TV por assinatura, entre outras”, escreveu. Após esses casos, ele afirma que advogados foram contratados para encerrar a questão e formalizar as denúncias.

Folha Banner

Nas mensagens, William Bonner deixou claro que, dessa vez, o problema foi a solicitação do auxílio e confirmou que o filho não tem envolvimento com o pedido indevido. “Pelos critérios do programa de auxílio emergencial, alguém nas condições sócio-econômicas do meu filho não tem direito aos 600 reais da ajuda. Quantos entre esses foram vítimas de fraudadores, como aconteceu com meu filho? Quantos entre esses realmente fraudaram o programa?”, afirmou.

Segundo ele, nova queixa-crime sobre a questão foi registrada. “Da parte dos gestores do auxílio emergencial, esperamos apuração rápida da fraude, para que se resguardem o patrimônio público e a confiança dos cidadãos nos mecanismos de controle desse programa”, finalizou. (Diário do Nordeste/Foto: reprodução/TV Globo)