Em nota, Santa Luísa de Marillc lamenta morte de bebê e diz que espera esclarecimentos dos fatos

0

O Hospital e Maternidade Santa Luísa de Marillac lamentou a morte do bebê, ocorrida na segunda-feira, em Aracati e disse que espera os esclarecimentos dos fatos.

De acordo com a nota, com a situação cada vez mais crítica, uma vaga de UTI neonatal no Hospital Waldemar de Alcântara, em Fortaleza, foi imediatamente conseguida.

Conforme relatou à cunhada da adolescente, o uma médica pediatra e um profissional de enfermagem acompanharam o paciente na ambulância, mas não houve tempo para a transferência, já que o recém-nascido teve uma parada respiratória ainda na saída de Aracati.

A nota é encerrada dizendo que o Santa Luísa, por sua missão de lutar pelo bem-estar e por todas as vidas dos que mais precisam, lamenta a morte da criança e se solidariza com a profunda dor da família neste momento difícil, e espera que tudo seja esclarecido o mais rápido possível. Leia a íntegra da nota.

 

“Nota de Esclarecimento

O Hospital e Maternidade Santa Luísa de Marillac vem a público prestar esclarecimentos sobre o caso do recém-nascido falecido no último dia 18/05/2020. A mãe, uma adolescente de 15 anos vinda da cidade de Fortim-CE, deu entrada no dia 17/05/2020, às 15h, quando foi acolhida e prontamente internada.

Folha Banner

Tão logo internada, a paciente foi encaminhada para os procedimentos que precedem um parto normal, seguindo o protocolo do Projeto Nascer no Ceará, e também as recomendações feitas pelo Ministério da Saúde, que defendem o parto normal por ser comprovadamente mais seguro, tanto para a mãe quanto para o bebê.

Apesar de todo o acompanhamento, a evolução do parto teve complicações, o que levou o corpo médico a decidir por uma cesariana. Logo ao nascer, a criança apresentou um quadro crítico, sendo imediatamente atendida com todo o suporte disponível.

Com a constatação da situação cada vez mais crítica, uma vaga de UTI neonatal no Hospital Waldemar de Alcântara, em Fortaleza, foi imediatamente conseguida, sem espera para o paciente, com sua remoção feita por uma ambulância da cidade do Fortim, como previsto em acordo prévio realizado com todos os municípios do Polo, que ficaram responsáveis pelas remoções de seus respectivos pacientes.

Com uma médica pediatra e um profissional de enfermagem acompanhando o paciente na ambulância, infelizmente, não houve tempo para a transferência, já que o recém-nascido teve uma parada respiratória ainda na saída de Aracati, tendo que retornar imediatamente ao Santa Luísa para intubação, mas não resistiu e acabou falecendo.

O HMSLM ressalta que a equipe médica, com larga qualificação e experiência, estava completa e que outros seis partos ocorreram no mesmo dia sem complicações. O corpo do recém-nascido foi encaminhado para o Serviço de Verificação de Óbito, que será responsável por determinar a causa da morte.

Por fim, o Santa Luísa, por sua missão de lutar pelo bem-estar e por todas as vidas dos que mais precisam, lamenta a morte da criança e se solidariza com a profunda dor da família neste momento difícil, e espera que tudo seja esclarecido o mais rápido possível.

Aracati-CE, 20 de maio de 2020”