Sem entrar em detalhes, delegada confirma apreensão de documentos na sede da Arrocha Produções

0

Sem poder fornecer muitos detalhes, já que o pedido de busca e apreensão foi feito pela promotora eleitoral Paloma Milhomem, a delegada regional de Aracati, Ana Padilha, confirmou na manhã desta quarta-feira que a polícia civil esteve na sede da empresa Arrocha Produções, no centro de Aracati, para efetuar diligencias.

Segundo a delegada, o pedido da promotora partiu de uma denúncia anônima. A polícia foi recebida pelo sócio administrador da empresa, Herlon Rocha, que acompanhou de perto do o procedimento. “Foram apreendidos valores em dinheiro e alguns documentos também, além de pouco material de campanha”, disse a delegada.

Folha Banner

Ainda segundo a delegada Ana Padilha, os materiais foram encaminhados à justiça eleitor para ser avaliado pela promotora, que avaliará se houve ou não crime eleitoral praticado. Apesar do trabalho realizado ontem, a delegada informou ainda que nada impede de a polícia civil continuar as investigações. “Foi uma denúncia anônima, mas que não se confirmou a maior parte da denúncia na verdade, mas a polícia teve o zelo de investigar antes”, disse.

Procurado pela reportagem da Folha de Aracati, o empresário Herlon Rocha não se manifestou sobre o caso. A promotora também não foi localizada até o fechamento desta edição para comentar o caso.