Cesta básica fica mais barata em Fortaleza em abril, mas valor é o mais alto do nordeste, diz Dieese

0

O conjunto dos 12 produtos que compõem a cesta básica ficou 2,58% mais barato em Fortaleza no mês de abril, em comparação com março, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (9) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Contudo, o valor foi o mais alto entre as capitais do nordeste pesquisadas pelo órgão.

De acordo com o levantamento, o preço médio dos 12 itens custou R$ 378,98 na capital cearense no mês de abril. Já em março, essa média era de R$ 389.

O produto que sofreu a maior variação foi o tomate, que caiu 13,88%, saindo de R$ 63,12 em março para R$ 54,36 em abril uma porção de 12 quilos do alimento. Houve aumento nos preços de dois produtos: arroz (0,37%) e a carne (0,63%).

Comparação

Folha Banner

O custo da cesta básica diminuiu em 16 capitais, segundo os dados da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. A maior redução foi em João Pessoa (-4,02%). As maiores altas ocorreram em Goiânia (1,49%), Salvador (0,79%), Aracaju (0,77%) e Manaus (0,66%).

Segundo a pesquisa, a cidade do Rio de Janeiro tem o valor da cesta básica mais baixo, custando R$ 440,06. Salvador teve os produtos mais baratos, com valor total de R$ 325,42.

Custos com alimentação

O Dieese calcula o valor do salário mínimo necessário para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, com base no valor da cesta básica.

Em abril de 2018, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 3.696,95, ou 3,88 vezes o salário mínimo nacional, de R$ 954,00.

Fonte: G1 Ceará